Cartão postal da Île de Ré

DSCN8441Entre vinhedos e salinas, a Île de Ré, na região Charente-Maritime, frente à La Rochelle, oferece um charme ao qual não resisti! Pequenas ruas cheias de casas enflorescidas cada uma mais linda que outra. As leis de proteção ambiental e arquitetural protegeram o patrimônio e a natureza e reforçaram  o estilo de viver característico do litoral atlântico. Em agosto passado, paramos alguns dias na casa de amigos, localizada no chiquerimo vilarejo de Ars-en-Ré onde se escondem os mais discretos artistas parisienses e os políticos, longe de Saint-Tropez e do tumultuo da Côte d’Azur. Aqui, você troca a Ferrari para a Mehari, e vai na feira de rua comprar ostras de bicicleta.DSCN8464

A ilha foi fortificada no final do século 17 pelo famoso Vauban e os oito quilômetros de muralhas e o porto fortificado de Saint Martin, foram decretadas em 2008 “patrimônio mundial da humanidade”. O farol das baleias é um ponto de vista lindo que vale a pena visitar e da onde pode também visitar as “écluses”, outro pedaço do patrimônio historico da ilha, ou seja, um sistema de barreiras de pedras construídas à mão permitindo uma pesca típica de la.

Como em vários lugares do litoral atlântico, lá se recolhe também o sal do mar, de maneira completamente artesanal seguindo o antigo método de extração tradicional de secagem da agua do mar no sol.

DSCN8478

A igreja do vilarejo de Ars-en-Ré cercado de vinhedos

A arquitetura das casas da ilha é bem homogêneo e respeita o estilo local. Casas brancas enflorescidas que parecem muito modestes e simples mas que escondem tesouros de terraços, patios, e interiores charmosos.

Claro que o lifestyle “rétais” (dos habitantes da Ile de Ré) combina com a paisagem: comida simples, do mar, num ambiente descontraido-chique, sem frescura. Mas mesmo assim, tem regras que cada habitué respeita. O lugar para tomar o café-croissant em Ars, com a inteligentsia parisiense “très gauche caviar” fica no Select, enquanto o Happy Hour dos BoBo (Bourgeois Bohème) sempre é no Le Phare. Para jantar com os famosos (eu vi Nathalie Rykiel) o jantar tem que ser, os pés na areia, no restaurante La Pergola.

 

Tem um Relais & Châteaux, lindo, que fica em Saint-Martin de Ré, o Hôtel de Toiras. Suites a partir de 180€.

Artigos sobre a Île de Ré: “The True Heart of French Seaside Chic” New York Times / “Turismo na Ile de Ré, o luxo nascendo da simplicidade” Le Blog do Pérol

 

 

5 replies »

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s