Domaine de la Romanée-Conti ou DRC para os íntimos, o que é finalmente?

Romanée Conti - Fonte: BIVB
Romanée Conti – Fonte: BIVB

Não é facil falar do vinho mais famoso do mundo mas vou tentar como já fiz antes, explicar simplesmente o que é este vinho e porque é super cobiçado.

No Brasil, os vinhos franceses mais falados e mais conhecidos são o Petrus e o Romanée-Conti. E tem muita gente que gosta de se vangloriar de ter provado esses néctares inacessíveis.

Pode ser uma pena porque tem tantos outros vinhos franceses, bons e mais acessíveis, mas é também um orgulho justificado porque esses são realmente extraordinários. Dos dois, o Romanée-Conti é para mim o mais exclusivo.

Para esclarecer a lenda, confira aqui as informações importantes de saber:

1- Aonde fica?

O mítico Romanée-Conti é um vinho francês produzido na cidade de Vosne-Romanée (415 habitantes), na região vitícola Côte de Nuits, no vinhedo da Borgonha. Veja os mapas.

Bourgogne

Cotesdenuits copie

Os grands crus da Domaine de la Romanée-Conti (em cor de rosa)

carte-romanée

2 – Da onde vem o nome Romanée-Conti?

Os vinhedos remontam do século XV plantados pelos monges de Saint-Vivant. O nome vem do príncipe Louis François de Bourbon-Conti que o comprou em 1760. No entanto, a denominação Romanée-Conti só surgiu em 1794. Hoje a propriedade pertence às famílias de Villaine e de Leroy, que também produzem outros excelentes grands crus na Borgonha.

Atualmente a Domaine de la Romanée-Conti (DRC) é dirigida por Aubert de Villaine.

Já chegou a confusão… Romanée-Conti vem duma pessoa e é também uma denominação!

3- Romanée-Conti : vinicola e vinho!

A própria vinícola Domaine de la Romanée-Conti faz vários vinhos. Entre outros, os vinhos com denominação Romanée-Conti e La Tâche que ela só faz.

Pelo contrario, tem outras denominações que são produzidas pela DRC e por outras vinícolas:

  • Richebourg
richebourg-drc
O Richebourg Grand Cru produzido pela Domaine de la Romanée-Conti
LU-2009-Richebourg
Um Richebourg Grand Cru produzido pelo produtor Le Moine
  • La Romanée
  • Romanée-Saint-Vivant
saint-vivant-hudelot
Um Romanée St Vivant produzido por Alain Hudelot-Noellat
Saint-vivant-drc
O Romanée-St-Vivant por Domaine de la Romanée-Conti
  • Echezeaux
  • Grand Echezeaux

4- Porque é tão caro?

Alem do carinho especial que a Domaine de La Romanée-Conti da para todos os grands crus que ela faz (colheita é tardia, para maturação perfeita, fermentação de um mês, envelhecimento por cerca de 18 meses em barris de carvalho francês novo), o que faz realmente a diferença é a quantidade produzida. Apenas 6.000 garrafas (450 caixas) de Romanée-Conti são produzidas por ano numa superfície de 1,8 hectares.

Particularmente, esse vinho não é vendido como os demais – em unidades, dúzias ou caixas – e sim através de um “assortiment“, ou seja, uma seleção de 12 vinhos em que apenas UM é o Romanée-Conti. Nem por isso as demais onze garrafas são menos espectaculares pois são todas grands crus produzidos na mesma região e pela mesma Domaine. O preço do “assortiment” varia bastante mas nunca fica abaixo de US$ 6.000,00. Alem disso, é difícil comprar esse “assortiment” pois não é disponível no mercado!

No ano 2000, em Nova Iorque, seis garrafas magnum do Conti 1985 foram vendidas por 134.315 €.

Santé!

Um comentário sobre “Domaine de la Romanée-Conti ou DRC para os íntimos, o que é finalmente?

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s