Molière, Monica Bellucci e Léa Seydoux no Festival de cinema francês Varilux

Varilux 2013Começou no Brasil a impressionante programação do Festival Varilux de Cinema Francês. Com excelentes filmes e atores de referencia, o festival chega a 45 cidades de 10 a 16 de maio.

Em 2013, a programação inédita conta com uma seleção de 15 filmes que representam os filmes de maior impacto das últimas produções da cinematografia francesa, contemplando os mais variados gêneros, da comédia ao thriller. Entre os títulos, filmes que prestam homenagem à França e o que a faz famosa: o teatro (“Pedalando com Molière”), a arte (“Renoir” e “Camille Claudel 1915″), a gastronomia (“Os Sabores do Palácio”) e a literatura (“O homem que Ri”). A mostra conta ainda com “O Menino da Floresta”, uma das mais destacadas produções recente de animação francesa, “A Datilógrafa”, de Régis Roinsard, e “Aconteceu em Saint­Tropez”, de Danièle Thompson.

Como já é tradição do evento, o festival trouxe  ao Brasil representantes de alguns dos filmes para apresentações e debates com o público como a atriz francesa Léa Seydoux (aparecendo no cartaz oficial do festival), do filme “Adeus, minha Rainha” de Benoît Jacquot. Léa é uma das maiores revelações do cinema francês atual e já tem no seu currículo filmes como “Meia­Noite em Paris”, “Bastardos Inglórios” e “Missão Impossível: Protocolo Fantasma”.

Um diferencial dessa edição é que o evento será dividido em duas fases, de 3 a 10 de maio em algumas cidades e de 10 a 16 em outras. Vocês deverão ficar atento à programação da sua cidade para não perder a oportunidade de ver o melhor do cinema francês em premiere exclusiva.

A programação completa do Festival Varilux de Cinema Francês pode ser conferida no site aqui : www.variluxcinefrances.com

LISTA DE FILMES DO FESTIVAL E MINHAS RECOMENDAÇÕES:

alceste-a-bicyclette12
Pedalando com Molière

A-do-rei a performance dos grandes atores Fabrice Luchini e Lambert Wilson em  Pedalando com Molière (Alceste à Bicyclette) de Philippe Le Guay, com Fabrice Luchini, Lambert Wilson. 2011 – Comédia – 1h44. No auge da sua carreia de ator, Serge Tanneur vive como eremita quando Gauthier Valence, um ator de televisão bajulado pelo público, o procura para lha propor um papel em «O Misantropo» de Molière.

♥ Se você é gourmet e amante da cozinha como eu, você vai gostar da historia verdadeira Os sabores do Palácio (Les saveurs du Palais). De Christian Vincent, com Catherine Frot, Jean d’Ormesson, Arthur Dupont. 2012 – Comédia – 1h35. Hortense Laborie é uma cozinheira famosa que vive em Périgord. Para sua grande surpresa, o presidente da República a nomeia responsável por suas refeições pessoais no Palácio do Élysée.

Uma comédia imperdível da famosa Danièle Thompson em Aconteceu em Saint-Tropez (Des gens qui s’embrassent) de Danièle Thompson, com Monica Bellucci, Kad Merad, Éric Elmosnino. 2012 – Comédia – 1h40 O enterro da esposa de Zef cai bem na hora errada, no momento em que Ronie casa sua filha! Esse acontecimento inesperado agrava os conflitos já existentes entre os dois irmãos.

adeusminharainha
Adeus minha rainha com Léa Seydoux

Para mergulhar na Histoire de France e VersaillesAdeus, minha Rainha (Les adieux à la Reine) de Benoît Jacquot, com Léa Seydoux, Diane Kruger, Virginie Ledoyen. 2011 – Drama – 1h44. Em 1789, quando a notícia da tomada da Bastilha chega à Versalhes, o castelo esvazia. Mas Sidonie, jovem leitora inteiramente dedicada à Rainha, não quer acreditar nos rumores que ouve.

♥ Tem que ser alegre para ver este filme duro onde Marion Cotillard arrasa! Muito emocionante. Ferrugem e osso (De rouille et d’os) de Jacques Audiard, com Marion Cotillard, Matthias Schoenaerts. 2012 – Drama– 1h55. Ali, sem domicílio, sem dinheiro e sem amigos, encontra Stéphanie, uma domadora de orcas no Marineland. Um dia, o espetáculo se transforma em drama e ela perde as pernas. Ele simplesmente vai ajudá-la, sem compaixão.

Além do arco-íris (Au bout du conte) de Agnès Jaoui, com Agathe Bonitzer, Arthur Dupont, Jean-Pierre Bacri. 2012 – Comédia – 1h52. Uma comédia sobre relacionamentos o amor que alegremente desmistifica o fim tradicional dos contos de fadas.

Anos Incríveis (Télé Gaucho) de Michel Leclerc, avec Félix Moati, Sara Forestier, Eric Elmosnino, Maiwenn, Emmanuelle Béart. 2012 – Comédia – 1h52. Com a popularização das filmadoras portáteis, um grupo de amigos decide criar seu próprio canal de televisão e, sobretudo, fazer uma revolução. Assim nasce a TV Liberdade, anarquista e provocadora.

Camille Claudel 1915 (Camille Claudel 1915) de Bruno Dumont, com Juliette Binoche, Jean-Luc Vincent, Robert Leroy. 2012 – Drama – 1h35. 1915. Internada por sua família num manicômio, onde ela não poderá mais esculpir, Camille Claudel vive reclusa enquanto aguarda a visita do irmão, Paul Claudel.

Uma Dama em Paris (Une Estonienne à Paris) de Ilmar Raag, com Jeanne Moreau, Laine Magi, Patrick Pineau. 2012 – Drama – 1h34. Anne sai da Estônia para ir a Paris cuidar de Frida, uma senhora estoniana que mora na França há muitos anos. Mas Frida tenta desencorajá-la de todas as maneiras.

A datilógrafa (Populaire) de Régis Roinsard, com Romain Duris, Déborah François, Bérénice Béjot. 2012 – Comédia – 1h51. 1958. A jovem Rose Pamphyle tem um dom: datilografar numa velocidade vertiginosa. Ela desperta o esportista ambicioso adormecido em Louis Echard, dono de um escritório de seguros.

Feito gente grande (Du vent dans mes mollets) de Carine Tardieu, com Agnès Jaoui, Denis Podalydès, Isabelle Carré 2011 – Comédia – 1h29. Dividida entre seus pais, que a enchem de amor e de almôndegas, Rachel, 9 anos, conta os minutos que a separam da liberdade. Até o dia em que seu caminho cruza o da intrépida Valérie.

O Homem que ri (L’homme qui rit) de Jean-Pierre Améris, com Gérard Depardieu, Emmanuelle Seigner, Marc-André Grondin. 2012 – Drama – 1h33. Ursus, um showman pitoresco, acolhe dois órfãos em sua caravana: Gwynplaine, um jovem com o rosto marcado por uma cicatriz que dá a impressão de estar permanentemente rindo, e Déa, uma menina cega.

O menino da floresta (Le jour des corneilles) de Jean-Christophe Dessaint. Com as vocês de Jean Reno, Lorant Deutsch, Isabelle Carré e Claude Chabrol 2012 – Animação – 1h35. Em uma grande floresta vive um jovem selvagem de dez anos. Seu pai, um bronco caçador, sempre disse a ele que o mundo acabava nos limites da floresta. Um dia, porém, para salvar seu pai, o rapaz se aventura num mundo desconhecido.

Prenda-me (Arrêtez-moi) de Jean Paul Lillienfeld, com Sophie Marceau, Miou-Miou, Marc Barbé. 2013 – Thriller – 1h39. Uma noite, uma mulher vai a uma delegacia confessar o assassinato do seu marido violento cometido há muitos anos. Mas à medida que a policial interroga essa mulher, menos tem vontade de prendê-la.

Renoir (Renoir) de Gilles Bourdos, com Michel Bouquet, Christa Theret, Vincent Rottiers. 2012 – Drama – 1h41. 1915. Côte d’Azur. No crepúsculo da sua vida, Auguste Renoir sofre com as dores da idade. Mas a jovem Andrée surge em sua vida e lhe da uma energia que ele já não esperava.

O Festival Varilux de Cinema Francês é patrocinado pela multinacional francesa Essilor/Varilux, fabricante exclusivo das lentes multifocais Varilux e do antirreflexo Crizal, pela Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro/Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, pelas empresas Citröen, Gefco, L’Oréal, RioFilme e conta com o copatrocínio da Embaixada da França, Delegação Geral das Alianças Francesas do Brasil, Sofitel e Air France. A realização é da Bonfilm.

Bon cinéma!

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s