Hoje, vamos comer crêpes!

chandelles

Adoro preparar – e comer – crêpes, essa especialidade francesa que se come muito na Bretanha (parte oeste da França). Me lembra sempre meu pai que sabia cozinhar elas perfeitamente e que tinha um truque que nunca consigo a reproduzir. Em fim, acredito que cada chef de cozinha em casa faz uma interpretação bem pessoal dessa receita super simples mas que precisa tempo e amor.

Hoje é a Chandeleur e na França, é o dia tradicional para comer Crêpes. Historicamente, a Chandeleur, significando  “fête des chandelles”  (festa das velas), era uma celebração pagana da luz. Se incendeia velas a meia noite para purificar-se.

Essa celebração data da Antiguidade aonde os Romanos chamavam ela de festa candelarum. Ela inspirou as Lupercales, celebrando também fecundidade em homenagem a Lupercus, deus da fecundidade e dos rebanhos. A religião Cristão integrou depois essa festa e ficou com o rito das luzes e das velas para afastar o Mal e lembrar que o Cristo era a Luz do Mundo.

As crêpes, de forma redonda e com uma cor dourada, lembravam o sol. Isso é uma explicação da confecção dessas delicias em fevereiro, mês do ano quando os dias começam a ser cada vez mais longos. Fevereiro era também o tempo do começo das semeaduras de inverno.  A farinha que sobrava servia então para fazer as crêpes que traziam prosperidade para o ano que começava.

Receita das Crêpes:

Preparar a massa mínimo uma hora antes.
crepes
Ingredientes:
  • 250g de farinha
  • 4 ovos
  • 1/2 litro de leite
  • Sal
  • 50g de manteiga
  • Açucar abaunilhado
  • Uma colher de sopa de rum, grand-marnier, agua de flor de laranja ou outro aroma seguindo seu gosto.
Numa tigela, misturar a farinha com um pouquinho de sal, os ovos e o leite. Adicionar o rum ou qualquer álcool ou aroma que você gosta. A massa deve ser ter uma consistência liquida. Adicione água o leite se precisar.
Deixar descansar a massa uma ou duas horas à temperatura ambiente .
Esquentar uma frigideira com manteiga (cuidado não queimar a manteiga!) e tomar uma concha quase cheia de massa.

pate-a-crepe-louche

Cozinhar um à dois minutos cada lado.
crepe-poelle
Degustar quente!
Chocolate, Dulce de leite, açúcar, xarope de maple do Canadá, sorvete, frutas, chantilly… todo isso combina perfeitamente com crêpes!
Crepes-mango-morango
Bon appétit!

4 comentários sobre “Hoje, vamos comer crêpes!

  1. Eu ficaria muito feliz em comer um com a família Putnoki-Perol !

    Recette “Cannelés de Bordeaux” ( France)

    Temps de préparation : 15 minutes / Temps de cuisson : 75 minutes

    Ingrédients (pour 16 personnes) :
    – 50 cl de lait
    – 2 oeufs entiers
    – 2 jaunes d’oeuf
    – 1/2 gousse de vanille
    – 1 cuillère à soupe de rhum
    – 100 g de farine
    – 250 g de sucre en poudre
    – 50 g de beurre doux (+ 50 g pour beurrer les moules)
    – 1 pincée de sel

    Préparation de la recette :

    Faire bouillir le lait avec la gousse de vanille préalablement fendue et égrainée et le beurre.

    Pendant ce temps, mélanger la farine et le sucre dans un saladier puis incorporer les oeufs d’un seul coup et verser ensuite le lait bouillant.
    Mélanger doucement afin d’obtenir une pâte fluide comme une pâte à crêpes.

    Laisser refroidir, puis ajouter le rhum avant de placer au réfrigérateur et de laisser reposer une heure.

    Préchauffer le four à 240°C (thermostat 8) avec la tôle sur laquelle cuiront les cannelés [si vous utilisez un moule en silicone, mettez le four à maximum 220°C (thermostat 6-7)].

    Verser la pâte bien refroidie dans les moules bien beurrés, en ne les remplissant qu’à moitié; rapidement, disposer les cannelés sur la tôle du four préchauffé, à 240°C, pendant 12 minutes (20 minutes à 220°C avec un moule en silicone), puis baisser la température à 180°C (thermostat 6) et continuer la cuisson pendant 1 heure : le cannelé doit avoir une croûte brune et un intérieur bien moelleux.

    Remarque :

    Le point le plus délicat est la cuisson : veiller à beurrer très généreusement les moules. Laisser éventuellement prendre une première couche de beurre au réfrigérateur et recommencer. S’ils se colorent trop rapidement, baisser le four à 150°C (thermostat 5). Il est indispensable d’avoir des moules à cannelés pour réussir cette recette.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s