Montreal, o Novo Mundo à francesa

Morei 17 anos no Canadá, especificamente em Montreal, na província de Quebec (parte francesa). Eu volto muitas vezes para visitar amigos. Quebec, anteriormente conhecida como Nova-França foi francês até 1763. Depois da derrota na Batalha das Planícies de Abraham, a França teve que abandonar o pais para os Ingleses.

É um milagre se hoje se fala ainda Francês lá apesar da Historia e das condições impostas aos habitantes franceses pelos governos ingleses. Os Quebequês conseguiram conservar essa latinidade que eles tem em comum com os Brasileiros, sempre ligados a cultura europeia mas também herdeiros do espírito conquistador dos seus ancestrais.

Meu bairro de predileção se chama Le Plateau. O equivalente seria o bairro de Pinheiros em São Paulo.

Segue um guia muito subjetivo dos meus endereços favoritos.

Salada de “homard” (lagosta) ou Rouleaux impériaux vietnamitas?

O “homard” do Canadá é sempre uma referencia na gastronomia internacional.

Salade de homard, Leméac

$70 por pessoa para uma salada – prato, uma taça de Sancerre, um cheesecake de cabra-bluberry.

Leméac 1045 Avenue Laurier Ouest, T (514) 270-0999 http://restaurantlemeac.com

A comida vietnamita é uma grande especialidade da França e da Nova-França. Tal vez por causa das ligações com Vietnã que foi até 1954 uma colônia francesa que por causa disso mandou muitos imigrantes para Paris e Montreal. Eu gosto demais dos famosos rolinhos do Vietnã!  Achei o lugar em Montreal aonde estão bem feitos.

Rouleaux Impériaux vietnamiens, Souvenir d’Indochine

$12 para uma sopa e 3 Rouleaux Impériaux.

Souvenir d’Indochine 243 Avenue du Mont-Royal Ouest, T: (514) 848-0336

As ruas Bernard, Saint-Denis, Saint-Laurent e Mont-Royal estão cheias de bistrôs, cafés, bares e restaurantes para todos os preços e gostos. Os terraços tenham florescidos nos últimos anos pois depois de 6 meses de frio intenso, os Montrealês gostam de comer fora!

Aqui são alguns “clássicos” bem franceses:

Murphy’s 1249, av. Bernard O., T: (514) 273-8132

Café Cherrier 3635 Rue Saint-Denis, T: (514) 843-4308

Alexandre & Fils 1454 rue Peel, T: (514) 288-5105

Européa 1227 Rue de la Montagne, T: (514) 398-9229

Lugares na moda agora, segundo meus amigos de lá:

Pastaga

Le Quartier Général

Le café Birk’s

Croissant ou pain au chocolat?

O Kouign Amann (se pronuncia kwinyaman) é uma instituição do bairro. O nome esquisito é aquele do famoso pastel da Bretanha na França, feito com um monte de manteiga e açúcar. Quarta-feira e sexta-feira, o nosso amigo Keith, originalmente da Guadeloupe (uma ilha francesa no Caribe), com memoria indefectível e sorriso permanente, lhe servirá um expresso do jeito que você quer!

Le Kouign Amann em Montreal

Le Kouign Amann 322, av du Mont-Royal E  Montréal, T: (514) 845-8813

Mas para preparar um chá Mariage Frères com scones feitos em casa, não tem ninguém como minha amiga Catherine. Ela me recebeu no jardim dela, no meio das flores.

O jardim de Catherine

Detalho no jardim da Catherine

Para qualquer Paulista, Montreal tem um ambiente duma cidadezinha do campo! Naquele bairro “Le Plateau”, o ambiante é super relaxado e os Quebequês são bem legais. O Bixi (bicileta-taxi) é um meio agradável para passeiar nas ruas charmosas cheias de flores e nos numerosos parques,  e da uma sensação de liberdade e bem-estar incriveis.

É impossível numerar todas as lojas de Montreal que amo. Mas tentei listar alguns lugares que (re)descobri com prazer.

Arthur Quentin  3960, Saint-Denis, T.: (514) 843 7513  |  Bleu Nuit  3913, Saint-Denis, T.: (514) 843 5702 : para os amadores de roupa de cama, porcelana e decoração de interior.

V de V (novo!) 5042 boulevard Saint Laurent, T : (514) 277-8484 http://www.vdevmaison.com

Roots 1025 Rue Sainte-Catherine Ouest T: (514) 845-7995 : a marca Canadense do famoso castor!

Outras lojas que gosto muito:

  • Tavan & Mitto : criadores de Montreal mesmo, eles fazem vestidos bem cortados e de qualidade, amo!
  • Rachelle-Béry : o supermercado “bio” aonde compro chás, vitaminas e cosméticos naturais
  • Renaud-Bray: a loja cultural para livros e música em francês e inglês
  • Lululemon: a marca de Vancouver é essencial tanto para os yogis que para os globe-trotter gostando de roupa confortável e fashion
  • Valérie Simon: para os homens
  • Uomo : para os homens também

Meus fornecedores habituais:

  • Henri Cohen: para os óculos
  • Funky Toque : cabeleireiro
  • SAQ (Société des Alcools du Québec): não tem escolha, a venda de álcoois e vinhos é um monopólio da província mas a seleção é muito boa. Até 75% mais barata que no Brasil.

E se você quer viver a verdadeira experiência local, segue um link dum amigo meu que aluga apartamentos bem localizados e espaçosos.

http://www.apartofmontreal.com

Bisous

Categorias:Viagem

Tagged as: , , ,

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s